domingo, 6 de outubro de 2013

Maya Banks - The Montgomerys & Armstrongs






Sempre é uma surpresa ler os livros da Maya, pois tanto podem ser de seals, escoceses ou contemporâneos. Ela agrada a todos os gostos. Eu me peguei lendo essa série que por algum tempo me passou despercebida, mas quando comecei, não consegui parar.

Os dois livros, aliás, a série inteira, pelo que percebi, trata-se de superação, coragem e lealdade. O 1º livro, Nunca seduza um escocês é uma história que dá início ao fim de uma guerra entre clãs que durava gerações. Era um mata-mata do KCT; um matava um de lá, outro de cá, e assim se passaram décadas até que o rei resolveu meter o bedelho. Obrigou o líder do clã dos Montgomery, o Graeme, a se casar com a filha do líder do clã dos Armstrongs. Só que essa mesma filha tinha sofrido um acidente uns anos atrás e depois de passar 15 dias em estado de coma acordou surda. Mas durante o período que ficou semiconsciente foi erroneamente confundida com uma perturbação mental. E assim ficou. Ela, por medo do compromisso assumido por seu pai, de casá-la com o líder do clã dos McHugh, um ser terrível que a deixou apavorada depois de ameaça-la inúmeras vezes, deixou que pensassem que realmente tinha a “cabeça fraca” depois do acidente. Como nunca mais falou depois do acidente, também não desmentiu. E assim seu compromisso foi desfeito. Até o rei dizer o contrário.

Agora um parêntese: ela sabia da situação que estava vivendo seu clã. Não podiam rechaçar a ordem do rei. Ela tinha que se casar com o Graeme, mas o que aconteceu quando ela colocou os olhos nele? Viu que por trás da fachada rude havia um coração terno. E ele também viu uma moça doce, por quem se solidarizou. E não descontou na pobre moça todo o ódio de gerações. Casaram-se. E aí começou a história realmente. Foram muitas situações duras e difíceis que Eveline teve que encarar para ter o mocinho e um final feliz. Recomendadíssimo!!!

E vamos ao livro 2: O highlander mais desejado, ou mais querido, ou mais fofo. Se o livro 1 já foi tocante, o livro 2 te pega pelo pé. Maya de vez em quando faz isso. Pega um tema pesado e faz com que pensemos bastante. Nesse livro 2 o malvadão do livro 1 leva Genevieve McInnes para o seu castelo depois de botar os olhos nela na corte. Ela estava a caminho do castelo do seu prometido, quando Ian MacHugh dizima sua comitiva e a leva cativa para seu castelo, onde a estupra por nada mais, nada menos que um ano!!! Um ano, minha gente. Como se não bastasse ele corta o rosto dela de cima abaixo deixando uma cicatriz grotesca. Lembrando que na idade média não tinha cirurgia plástica nem maquiagem. Ela padece horrores. Ele estuprava e deixava que seus homens a estuprassem também. Um verdadeiro horror. Nisso ele resolve pegar de volta a mocinha do livro 1, a Eveline. O que foi sua ruína. Seu castelo foi invadido, ele foi morto e blábláblá. O que importa é que deixou para trás Genevieve, que teve que conviver sendo chamada dos piores nomes pelo clã de seu algoz.

E quando o castelo foi assumido pelo irmão do Lord Graeme, o fofo Bowen Montgomery, ela se viu numa situação deveras inusitada. Gente, o livro 1 já era fofo, mas esse aqui arranca lágrimas dos seus olhos pela crueza e ao mesmo tempo, pelo sentimento que ele nos passa. O Bowen era um lord lindo, acostumado a causar um vuco-vuco nas entranhas de todas as moças por onde passava. No seu castelo ele catava tudo que passava pela sua frente. Mas teve que ir devagar com a Genevieve, pois ela além de estar traumatizada por tudo que passou também tinha uma cicatriz pavorosa que marcava seu rosto.

E ele foi vencendo cada etapa do caminho, claro que enfiou os pés pelas mãos no início, quando a encarava como inimiga de seu clã e teve algumas coisas meio por esclarecer entre eles. Tirando a parte mais do que pesada do perpétuo estupro sofrido pela mocinha, que cá entre nós era virgem antes de ser sequestrada, o livro é de uma delicadeza e lealdade, que dá gosto ler. Recomendo a vocês esses dois livros, e já vou adiantando. Ano que vem Maya Banks estará lançando a continuação da série. Onde a mocinha será a amiga que Genevieve fez entre as paredes daquele clá inimigo, a Taliesan McHugh com o irmão da Eveline, Brodie Armstrong.



Ti

17 comentários:

  1. Meninas, adorei a resenha!
    A série parece excelente, vou atacar... rsrsrs.
    bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marilda, leia sim, os livros são maravilhosos. Os dois. E ainda tem um 3º vindo por aí...rsrsrs
      Obrigada.

      Excluir
  2. Não sei porque, Maya "Suruba" Banks sempre me faz lembrar da "Cobaia" dos Colters. Sempre a relacionei com Augustilhamento, mas depois dessa resenha, com esse relato tocante, vou agora mesmo right now ler esse martírio. Mas confesso que, como a Adriana foi avisada de antemão, terei uma caixa de lenços de papel à mão para secar as lágrimas que certamente escorrerão dos olhos da Adriana, devido ao cuore sofrido da Boattini! Obrigadas mermãs pela excelente dica de leitura. Nóis vai ler essa fita!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adriboa, esses livros são tocantes, mas não são ~martirizantes. Mesmo o livro 2 que a princípio é meio pesado, desenvolve-se tããão gostosinho que é por isso que fiquei tarada para escrever sobre eles... rsrs
      Obrigada, ó musa das resenhas!!!...rsss

      Excluir
  3. Oi tininha! Olha só eu até comecei a ler o primeiro livro dessa série, mas achei a revisão tão estranha que parei, agora lendo a sua resenha acho que vou dar outra chance a ele rsrsss... Agora esse livro dois aí eu não vou ler não, essa história de estupro compartilhado deixei pra trás lá em AMOR SELVAGEM hehehe...Parabéns pela resenha.
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Didi, ela foi estuprada pelo Lord das terras, e ele como punição às vezes liberava geral. Mas graças a Deus essas cenas todas acontecem no passado, então não descritas com requintes de detalhes. O livro foca no casal. E ele é um fofo, mas não banana. E ela é uma sobrevivente, mas não piegas. Vale a pena ser lido.
      bjs

      Excluir
  4. Tininha nunca li um livro de Maya Banks, mas depois dessa resenha fiquei muito interessada por se tratar de romances históricos. Apesar do tema forte do segundo livro, que era um fato corriqueiro da época medieval, o lerei com a caixinha de lenço como já fiz em outros romances que li onde muitas mocinhas históricas sofreram o pão que o diabo amassou e se recuperaram com a ajuda dos TDBs. Adorei a resenha e aguardando o terceiro para o próximo ano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Silvinha, confesso que ele me arrancou algumas lágrimas, não pelo sofrimento, mas pela emoção da delicadeza do mocinho dos livros. Todos os dois são lindos, cada um a sua maneira. A 1ª mocinha é surda, a 2ª tem cicatrizes no rosto e na alma e a mocinha do 3º livro é manca. Ou seja, Maya mostrou sensibilidade em retratar mocinhas que não são perfeitas. Adorei!!! Leia, Silvinha, vc vai amar!

      Excluir
  5. Estou tentando me segurar e esperar pelo terceiro. Mas, depois de ler a resenha, ficou muito difícil. Parabéns, Tininha, arrasou na resenha! Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Andréa...rs Como eu disse, a Maya Banks facilita muuuito...rsrsrs... qualquer dia farei dos seals dela... aliás, eles bem que merecem....rs... a série KGI é maravilhosa. Quem não leu, leia. Uau.

      Excluir
  6. Oi Ti, fiquei com mais vontade ainda de ler os dois livros. Já tinha vontade por serem da Maya, mas nunca passaram na frente na lista, não sei bem pq. agora vou "avança-los" em algumas posições. ótima resenha!
    bjs
    Cris Veiga

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cris, eu passei pela mesma coisa que vc. Não sei pq dei bobeira com esses dois livros... caraca, série maravilhosa. Estou pra dizer que é melhor que os McCabe dela... e olha que sou fãzaça dos McCabe... já cansei de falar que queria McCabar naqueles TDB...rsrsrs

      Excluir
  7. Eu preciso do terceiro livro alguém ajudaaaaa, meu email sam_gleicy@hotmail.com

    ResponderExcluir
  8. Gente o terceiro livro dessa série ja saiu??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leticia e Sam, infelizmente ainda não saiu, se bobear ainda nem escreveu....
      Essas autoras começam uma série, não terminam e pulam pra outra. Ela tá fazendo KGI e nada dessa....snif
      Bjss

      Excluir
  9. O terceiro livro já foi publicado?? Há uma data para publicação??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hayla, infelizmente ainda não foi publicado. Estamos de olho aguardando o lançamento do livro. Ela acabou de lançar mais um KGI que já estou devorando, mas neca de Montgomerys...Hmmm..Mas dizem q tem previsão pra esse ano, só nos cabe aguardar, ela não nos dá confiança pra mais nada, essa fela... rsrs
      Bjss

      Excluir

Tradutor

ÚLTIMAS POSTAGENS