sexta-feira, 14 de março de 2014

Resenha da série In Flyght - Up In The Air - R. K. Lilley



Essa série já era para ter sido resenhada para vocês mó tempão, mas a minha outra metade da Dupla de Duas simplesmente ficou com preguicinha de ler essa série, portanto demorou pra caramba. Mas saiu!!! Eba! Então vamos lá. Vocês ficarão super divididas com essa resenha, pois eu adorei, e Fidis, bom... vocês verão o pitaco dela daqui a pouco... hehehe.

Bianca era uma jovem comissária de bordo de 23 anos, que teve uma infância brutal por conta de seu pai psicopata. Fugindo de casa ela encontra Stephan, seu amigo e fiel escudeiro, que passa a ser seu confidente e protetor. Stephan era gay e vivia uma atribulada relação com outro comissário. Na verdade a série passa-se quase toda eles voando de cá pra lá, e numa dessas viagens Bianca conhece James Cavendish. Caraaaa, vocês ficarão apaixonadas por esse bofe, que além de gato e bilionário (o que todas nós pedimos de presente de Natal para o Papai Noel e ele se faz de surdo) ainda por cima é apaixonadíssimo pela Bianca. O sol nasce e se põe nos olhos dela... e James fica de quatro por essa reservada comissária (não pode mais dizer aeromoça...rs).

Nossa mocinha era alta, então para se sentir baixinha e protegida pelo alto e espadaúdo James Cavendish, a autora colocou esse mocinho lá nas grimpas. O homem é um sonho. Verdadeiro mocinho. E uma vez que põe seus belos olhos de cor turquesa na moça acabou para todas as outras, já era. Ufa, dá um calor só de ler a descrição do belo moço. E ela a princípio se faz de besta e nem tchum pro moço. E ele compra passagens aéreas para ficar de cá pra lá comendo a mocinha com os olhos até ela cair em seu feitiço. Vou te contar... eu já teria caído há muito mais tempo. Mocinha durona, esta.

E eis que começa a história, que alguns podem dizer que é cópia desse ou daquele livro, mas para mim é uma história autêntica. O grande destaque do livro é a amizade linda e digna de ser comentada de Bianca com Stephan. Ele a defende de qualquer um que tentar se aproximar dela, mas quando percebe a situação do casal, ele dá a maior força para James. Este, por outro lado, no início pensou que havia algo mais entre os dois amigos, mas depois ele meio que entende a amizade dos dois e é uma coisa linda de se ler. Maravilhosa. Adoro livros que tem uma amizade sincera, e é isto que tanto me atraiu neste livro. Não que o amor entre Bianca e James não seja lindo, é. Mas a amizade de Bianca e Stephan é A Coisa.

No desenrolar da história tem grandes emoções. No livro 3 as coisas ficam mais tensas com a abordagem do pai da Bianca, e é de roer as unhas. As cenas são muito bem escritas, a dramaticidade é quase eletrizante, você devora um livro atrás do outro; e quando acaba você fica com aquele vazio dentro do peito e aquela sensação pós-livro-bom: Já acabooou?? Ahhhh, que peninha... Pois é assim que se sentirá após acabar o livro.

O James me garfou pela beleza, tanto por dentro quanto por fora, e ele termina de um jeito tão fofo que é impossível não amar este personagem. A autora depois dessa série resolveu desenvolver mais alguns personagens secundários do livro lhes dando vida própria e um livro só seu. Lana e Tristan ganharam sua trilogia, e como não podia deixar de ser, há mais livros por vir. Fiquem atentas a esta autora. Ela prende e parece que veio pra ficar.


Pitaco da Fidis:

Mais uma série do tipo Crossfire da Sylvia Day com pitadas de Cinquenta Tons de E L James. Preciso falar mais?? Tá! Vou falar.

O CEO delícia, foderoso, de mente doente, perturbado, atormentado, possessivo, que acha (por milagre) uma virgem safadhênha e com um passado sofriiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiido (Peraí que tem mais. Sofriiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiido.) pronta para realizar suas taras bizarras. Alguma semelhança?? Hein? Hein?

Ah! O pacote é completo gente. Têm as ex do playboy surtadinho atazanando a vida do casal. TODAS piri pipiri pipiri piri piradinhas, que não satisfeitas em infernizar a vida da bonitona com ameaças e chantagens, ainda tentam colar velcro com a menina (WHATAHELLL??). Além de todo o pacote de tormento que acompanha o playboyzinho, existe a figura do pai de Bianca, um perseguidor e assassino que é o cão encarnado. As cenas com ele são as melhores, acreditem. É minha gente, a coisa é punk. Mas como guerreira que sou, li até o fim. Tudo bem, confesso que foi mais por causa do sexo hiperhot. rsrsrs

Finalizando, a série vale pela catracadas sensacionais que o surtadinho e a bonitona protagonizam e pelo personagem melhor amigo de Bianca, Stephan. Ali me emocionei várias vezes. Amor incondicional, deliberado, sem esperar nada em troca. Cuidado, carinho, proteção... Se não fosse gay, ele seria meu eleito.

Só lendo pra saber quem deu a opinião mais parecida com a sua sobre a trilogia. Depois nos conte viu? (Sei que a minha é a mais adequada. kkkkkkkkkkkkk Ela vai chiar!!rssss)

Bjimm

14 comentários:

  1. Concordo com Fidis.... sorry Tinin, mas a idéia de livro meiguinho e fofo não combina..... prestenção moiçola.... tu tá viajando no love.... mas tudo tem dois lados e diferentes interpretações. O que seria do azul se todos gostassem do verde? Eu gosto do vermelho! Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E quem disse que o amor deles é meiguinho??? Eu disse que a amizade dela com seu amigo unha e carne é fofa, e só isso vale o livro....rs
      Encare o touro de frente, Marcinha, vc vai amar o James!

      Excluir
    2. Márcia, a Tini acha o Ardan fofo... os fofos dela sao os nossos psicóticos...

      Excluir
    3. Ah, Karacolái, eu não disse que ele era fofo... o final é fofo... mas leia os livros... vc pode se surpreender gostando...rs

      Excluir
  2. Sei não... vocês duas sugerindo... hum...
    Lembra, nem que seja beeeemmm de longe, o Remy???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adri, James é um homem que gosta de catracada forte, a mocinha ainda não sabia o que queria até que bate o olho no homem e seu coração palpita mais forte. Remy precisa de remedinho, mas esse aqui só precisa de uma mocinha para ele mandar... e ela OBDC... entendeu? Mas vale a pena ler.
      bjsss

      Excluir
  3. Amei as 2 resenhas,uma mostra o lado romantico e o outro o lado mais hot!! Foderoso??Gosteii!! Faz um tempo que li essa serie,acredito que 2 livros seriam necessarios.hahha
    Realmente o James é o sr magnificio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Brenda, realmente esse James é o Cara!! rsrs...

      Excluir
  4. Oi meninas, adoro a maneira que vocês comentam um livro. Leve, divertida e sempre me faz dar boas risadas. Eu confesso procês, que nunca tinha escutado falar nos livros...kkk
    Gostei das duas resenhas, acho bem legal ter pontos de vista diferentes sobre uma mesma estória. Não sei se vou me animar para ler, mesmo porque, mau estou dando conta da pilha que tenho aqui. Mas, a dica está anotada, e quem sabe um dia desses, eu pego o James de jeito, ops o livro do James de jeito. Bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lia, arrume um tempinho, sei que essa vida de blogueira é corrida, mas vc tem que arrumar um tempinho pro James... rsrsrs
      bjsss

      Excluir
  5. Oláaa!!!
    Sabemos q é td meio repetitivo, mas eu a-do-rei a trilogia.
    Como sempre o James é um espetáculo!

    bjosss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, Rê... eu tb adorei. E apesar de alguns seguirem a mesma linha, sempre há diferenças que fazem a diferença; e com esta série não foi diferente... hehehe

      Excluir
  6. Gostei muitooooo, a Bianca se tornou uma das minhas personagens favoritas, ela é centrada, inteligente, não fica chorando por nada, apesar de ter tido a infância e a adolescência difícil, ela não ficou frágil... aquelas mocinhas clichês cheias de não me toques e totalmente dependentes, acho que o que mas gostei nela foi isso a sua independência... o James é fofo (porém, algumas vezes achei ele MAL), o Stephan é um sonho de amigo e companheiro (merece um livro só dele), enfim, amei a Série e pra quem diz que é igual "uma cópia" da trilogia Cinquenta Tons de Cinza, definitivamente não soube interpretar o que estava lendo, pois, por mas que o tema seja o mesmo "BDSM" nas duas Séries a estoria é bem diferente, recomendadíssimo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaaaaahhh, Cris!!!! Até que enfim encontro alguém que pensa como eu!! rsrsrs... (ô vontade de esfregar seu comentário na cara da Marcinha...rs...vai lendo, Marcinha!!).
      Tb não achei nada parecido com 50 tons.. uma linha completamente diferente. Sem contar que o James é mais TDB.... rs
      Enfim, adorei seu comentário, tá??? Apareça mais vezes....rs...
      bjs

      Excluir

Tradutor

ÚLTIMAS POSTAGENS