domingo, 20 de julho de 2014

Book Tour - Murphy's Law - Lisa Marie Rice





     Mais uma vez agradecemos a Lisa Marie Rice, que nos enviou o livro para lermos e darmos nosso pitaco. Essa história na verdade é um remake de Dying for Siena, romance escrito por seu pseudônimo, Elizabeth Jennings, e lançado em janeiro de 2006. A história é totalmente ambientada em Siena, na Itália, e bastante diferente dos demais romances da Lisa. A história é boa, mas o mocinho sai um pouco dos padrões Lisa, aqueles homens superprotetores que quando batem o olho na mocinha o mundo pode se lascar todo que eles não estão nem aí. E Nick Rossi demora um pouco a enxergar nossa mocinha.

     Nick Rossi é um jogador de hockey que faz o maior sucesso com a mulherada e propenso a sofrer acidentes. A mocinha é Faith Murphy (daí o título... rs), uma matemática CDF recém formada que acaba como professora assistente de um renomado matemático super conhecido por seu jeito horroroso de tratar as pessoas, pessoinha não muito agradável; sem contar que Faith vem de uma infância meio atribulada por conta do seu pai alcoólatra. Então Faith faz amizade com a irmã de Nick, que por acaso era bastante inteligente também. Ela passa um ano inteirinho sentindo-se atraída por Nick, que a enxerga apenas como a amiguinha de sua irmã, e enquanto isso o belo moço cabeça avoada sai comendo tudo que passava pela frente, menos Faith. E ela assiste tudo isso durante um ano!!!! É frolic isso.

     Até que um belo dia Nick tem seu joelho arrebentado num jogo onde acaba sofrendo também uma concussão bastante severa. Ele é atendido por um médico que diz que ele nunca mais poderá jogar hockey, senão acabará um vegetal. Pois é. Aí o moço bebe até quase cair e simplesmente dá de cara com Faith, já que sua paquera da noite deu um bolo nele. Ela crente que estava se dando bem, acaba na cama com Nick, mas no dia seguinte quando acordam o pegador tem dificuldade de se lembrar até do nome dela, tudo isso devido ao trauma sofrido no jogo. Faith fica danada da vida, já que acha que é um apagão causado pela ordinária “catchaça” e simplesmente desaparece pela porta antes do moço poder se defender. Aí começa o livro.

     Faith recebe em cima da hora um convite para ir até Siena participar de um seminário com os maiores matemáticos do mundo, tudo CDF que nem ela, e vai ocupando a vaga de um ex que estava com gripe. A moça no dia seguinte vai ao quarto de seu professor-chefe pra discutir números, algoritmos e todas aquelas fórmulas que um ser humano normal jamais vai entender para que serve, e quando chega na porta do quarto ela está apenas encostada. O que toda moça de livrinho ou de suspense faz quando vê uma porta encostada?? Vai embora? Não!!!!! Empurra a porta, poxa!! Faith se depara com o cara deitado no chão e fica na dúvida se ele estava trêbado e vai ao encontro dele.

     Tem umas partes engraçadas nesse livro, mais do que nos outros de Lisa. Ela pensa que não poderia ser um enfarte por que o professor não tem coração... rs. E quando vê a mão do homem agarrada ao peito o que faz? Abre a mão e vê um estilete. A CDF só tinha inteligência pra matemática, pois mete a mão no objeto e deixa suas digitais na arma do crime, transformando-se na principal suspeita.

     Nick “tá raso tá fundo” quando sabe através de seu primo, o investigador responsável pelo caso do assassinato, que Faith está envolvida nessa confusão, corre pra Siena para tentar socorrer a moça. O caso ocorre numa das maiores festas da cidade, o Palio, e é muito interessante ler sobre isso.

     Livro bastante diferente da Lisa, como comentamos antes, por que estamos acostumadas a ler sobre homens mais decididos. E Nick na verdade é o homem de Lisa mais bronco que já vi. Ele tem uma leve dislexia, o que dificultou sua vida na escola, portanto o moço não prima pelo intelecto, o que por si só já o diferencia dos homens de Lisa. Mas o livro é interessante, principalmente pela construção dos personagens coadjuvantes e pela coisa mais do que divertida da rixa entre os moradores da cidade que se dividem durante o Palio. E não estamos falando de marca de carro OK?! Rsss


Review in English


     We once again thanks Lisa Marie Rice, who sent us the book to read and come up with a preposterous suggestion. This history is actually it a Remake the Dying for Siena, a novell written by your pen name, Elizabeth Jennings, and launched in January 2006. The history is totally adapted in Siena, in Italy, and quite different from other novells of Lisa. It’s good, but good guy leaves a bit Lisa’s standards, those overprotective men that when they beat the eye in the girl, the world can if chip off around that they do not care less. And Nick Rossi takes a while to see our girl.

     Nick Rossi is a hockey player that does the biggest success with for ladies and prone to accidents. The girl is Faith Murphy (hence the title... lol), a math nerd recently formed who has just as assistant professor of a renowned mathematician super well-known by his hideous way to treat the people, not very nice little person; not to mention that Faith comes from a troubled childhood through because his alcoholic father. Then Faith befriends Nick’s sister, who happened to be pretty smart as well. She spends a whole year feeling attracted by Nick, who just how sees her as little friend of his sisters, and meanwhile the handsome guy absent-minded comes out to bang everything passed ahead, less Faith. And she watches all this for a year!!!! It’s fucking too much.

     Until a beautiful day Nick has his knee bursted in a game where also finishes suffering a quite severe concussion. He is attended by a doctor who says he can never play hockey, or eventually will finish a vegetable. That’s it. Then the man drinks even almost fall and just bump into Faith, since its night flirt has dumped him. She believer who was getting along well, ends up in bed with Nick, but the next day when they awake the womanizer has trouble remind until of her name, all this due to trauma suffered in the game. Faith gets pissed off, since thinks it is a blackout caused by ordinary “beverage” and she simply disappears by the door before the man can defend themselves. There beggins the book.

     Faith receives at the last minute an invitation to go until Siena attend a seminar with the leading mathematicians of the world, all nerd like her, and she goes occupying the place of a ex-boyfriend who had the flu. The girl the next day goes to your teacher-boss' room for discussing numbers, algorithms and all those formulas that a normal human being is never going to understand that it serves, and when she arrives at the bedroom door it’s ajar. What every girl of little book or thriller does when she sees a door ajar?? It goes away? No!!!!! It pushes the door, gee!! Faith comes across with the guy lying in the ground and stays in the doubt if he was drunk and goes to meet him.

     There are some funny parts in this book, more than the other of Lisa. Faith thinks it could not be an heart attack because the teacher does not have heart... lol. And when she sees man's hand clutching his chest what she does? Opens his hand and sees a stiletto. The nerd only had intelligence for math, because puts her hand in the object and lets her fingerprints in the murder weapon, becoming the prime suspect.

     Nick “the gimp” when he knows through your cousin, the responsible investigator for the murder case, that Faith is involved in this mess, he runs for Siena to try to help the girl. The case occurs in an of the largest parties in town, the Palio, and is very interesting to read about that.

Book quite different from Lisa, as we comment before, why we are accustomed to read about men more decided. And Nick is indeed the Lisa’s man more dumbo I’ve seen. He has a mild dyslexia, which complicated your life at school, therefore the man does not stand out by the intellect, what by itself already differentiates it from the Lisa's men. But the book is interesting, mostly by the construction of the supporting characters and by the thing more that funny brawl between the city dwellers who are divided during the Palio. And we’re not talking about car brands, OK?! Lol.



22 comentários:

  1. meninas, adorei a resenha... vou ver se acho o livro (lógico!)... um homem menos que perfeito, mas que corre para ajudar qdo é necessário?! merece ser lido! Ainda mais que se passa na linda cidade de Siena e em pleno Palio! bjs Cris

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cris, apesar do livro e do mocinho fugir dos padrões Lisa de TDB, ele ainda é um mocinho da Lisa, hehehe. O livro é rico em detalhes sobre a cidade italiana e o Palio, e a concorrência entre os moradores e ao grupo ao qual pertencem é digna denota.
      Leia... aposto como vai gostar. O livro não é hot como os outros da Lisa, mas vale a pena ser lido.
      bjs e obrigada por aparecer nesse cafofo... rs

      Excluir
    2. Oi Tininha, mas já tem pra vender no Brasil? Porque foi lançado recentemente nos EUA, não? Em inglês leio trupicando... bjs
      PS eles falam no livro que antes do Palio os competidores levam os cavalos dentro da igreja para a benção?

      Excluir
    3. Cris, infelizmente as editoras do Brasil estão dando muito mole deixando de trazer a Lisa para cá. Ela tem milhões de fãs só aguardando seus livros serem lançados aqui.. portanto, este só mesmo em inglês.
      Quanto ao Palio, sim... tem lances muito engraçados a respeito disso.. até competidores sendo aliciados e até mesmo boicotados pelas equipes rivais. Famílias que normalmente se dão bem o ano inteiro praticamente se separam durante o Palio. Isso vale para marido e mulher, quando ela sai de casa e vai para a casa da família torcer para sua equipe. E evitar o leva-e-traz de informações.
      Cara, muito interessante mesmo essa parte do livro. Bem descritiva e engraçada. Todos da cidade se envolvem e torcem por suas bandeiras.
      Espero que leia... vale a pena.
      Bjs

      Excluir
  2. Oh Meu Deus!!!
    Amei a resenha, assim como amo os livros da Lisa!!!
    Pena que as editoras não lançam os livros dela aqui.
    Bjokas!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana Cláudia, há um movimento das fãs da LMR para trazerem seus livros e tentando conscientizar as editoras dessa grande autora.
      Uma pena a Lisa ainda não estar por aqui... rs
      Bjs

      Excluir
  3. Eu amei a resenha!Quando vejo que é algo sobre algum livro da autora Lisa Marie fico lokinha,amo as histórias dela!

    Obrigado!Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, nós tb amamos, Delma. Somos fãs de carteirinha da Lisa!!! E ela fica toda contente quando comentamos a respeito dos livros dela. Pode deixar recado aqui que ela lê, gente...rsrs

      Excluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É meninas, infelizmente a Lisa fica de fora na hora das editoras escolherem as autoras que querem lançar por aqui. Público cativo ela já tem, depende mesmo é de um bom editor pra traduzir seu trabalho para o PTBR. Vamos aguardar. Bjssssssss

      Excluir
    2. tem como escrever para ela um mail, tipo assim: estive nos EUA e comprei seus livros, amo suas histórias e sei que no Brasil os grupos de leitura dos quais participo tbém amam. Por que vc não publica em português, é mais fácil para nós lermos assim do que em inglês e fariamos uma divulgação de seus livros nos blogs... algo assim seria legal, né? bjs

      Excluir
    3. Cris, a Lisa tem uma fan page e vc mesma pode falar com ela no face. O link está aqui ao lado, na lista de links. Ela adora saber de suas fãs brasileiras tudo que achamos dos seus mocinhos... e dos seus livros, é claro!! rsrs
      Mas pode deixar que daremos o recado!! Ela sabe que tem fãs cativas aqui no Brasil.

      Excluir
  5. Resenha sempre animada a de vcs. Amadorei!! Precisamos trazer os livros dela!! Pra ontem!!!!

    ResponderExcluir
  6. Adorei a resenha meninas.
    Eu leio muito devagar em inglês, tipo passos de tartaruga, por isso nem em atreve a pegar este para ler, mas quem sabe uma hora dessas as editoras acordam e trazem a Lisa pra cá?
    E vocês tem o dom de fazer qualquer livro ficar bom com sua resenhas super divertidas. Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ô Lia, muito obrigada pelas palavras tão gentis... mas quem dera...rsss

      Excluir
  7. Resenha muito divertida, aliás o livro tem cenas bem engraçadas.
    Adorei! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lu, é verdade.. eu dei algumas risadas com as trapalhadas do TDB e do primo dele.. principalmente na cena do IML...rsrs

      Excluir
  8. Meu "problema" com esse livro foi ter ficado acostumada com o Midnight Man e o Ghost Ops da Lisa... aí o Nick "tá raso, tá fundo" (amei a descrição) ficou um pouco aquém.
    Mas realmente a rivalidade dos moradores na época do Palio rende passagens engraçadas. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, Carol... realmente é uma covardia comparar qualquer dos TDB da Lisa atuais com esse mocinho ainda do século passado, todo torto, tadinho... mas depois ele pega no tranco...hahaha
      bjs

      Excluir
  9. Quando li a sua resenha pensei... Essa Dupla de Duas também botou reparo na faquinha di rocambole enfincada no cuore do Men, que a tapada retirou sem pensar que poderia ser incriminada? Como? Como? Como uma pessoa que repara nos detalhes faz isso??? Ai ai só nessas estorinhas mesmo! Ri ao ver que tenho o mesmo olho clínico da Dupla de Duas pensei... É Nóis na fita Men!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É nóis na fita, mermãzinha!!! Boa, essa parada de faquinha di Rocambole é do balacobaco... rs
      Logo que passei nessa cena eu disse: caracoles... como uma CDF desse calibre (de ser convidada para palestras) mete a mão na cumbuca??? kkkkk
      Mas o livro é bastante divertido... lembrando esses novos NA... acho que esse foi o precursor deste tipo de livro...rs

      Excluir

Tradutor

ÚLTIMAS POSTAGENS