domingo, 13 de julho de 2014

Stage Dive #01 - Kylie Scott - Com pitaco. Ops! Com resenhista convidada, Adriana Ramalho.


    

Resenha Dupla de Duas

    O que vocês acham de uma mocinha que após uma única catracada forte no banco de trás do carro do pai do namoradinho (coisa que a deixou traumatizada pela forma como terminou. rs), resolve comemorar seu aniversário de 21 anos com sua amiga em Las Vegas, mais especificamente, tirando o atraso? Bom, só que as coisas não saíram lá muito bem, pois a mocinha, Evelyn Thomas, tomou todas e acordou no dia seguinte na cama, ou melhor, no chão do banheiro com um cara gato todo solícito dizendo ser seu mais novo marido. E pra piorar a situação, a mocinha não se lembrava nadica de nada, muito menos da tatuagem com seus nomes que cada um dos dois fez pra comemorar o casamento... sendo a sua na... no... tá, no buzanfã. A danada ficou tão atarantada com essa coisa toda, que pra ela foi demais, e sem querer acabou ferindo os brios do mocinho, David Ferris, fazendo com que o moço saísse de lá soltando fumaça pelas ventas prometendo uma anulação do tal casamento.

    Bom, pra início de conversa, David era o guitarrista da banda de rock Stage Dive, o queridinho das groupies. E quando Ev cai em si, ela toma um baita susto. Aí vocês vão se perguntar: e ela não reconheceu o carinha? Nananina, por que a danada gostava de música country; quem era fã da banda era sua amiga Lauren. E a coisa rende... Ela acaba indo ao encontro do David. E é aí que a coisa ferve... esquenta... e fica de um jeito que te faz roer as unhas.

    O irmão de David, Jimmy, era o vocalista. Carinha intratável, apesar de gato (todos os membros da banda são, na verdade), gostava de drogas, sexo e rock’n roll... não necessariamente nessa ordem. E tinha também Malcom, o Mal, baterista e um dos personagens mais fofos que eu vi nessa série. Adorei esse Mal... E acontece que ele vem a ser o mocinho do livro 2. Bom, voltando... ainda tinha o Ben, o baixista, que era o irmão da Martha (que trabalhava como faz-tudo na banda) a ex do David. Então já viram tudo, né? Muito pano pra manga... a coisa fica sinistra por conta dessazinha aí. O livro é envolvente, engraçado em várias partes, pois Kylie, além de ter um jeitinho todo próprio de escrever que te cativa, tem excelente humor e te envolve em cenas pra lá de inusitadas... adorei!!! Fiquei fã!


Resenha by Ramalho 

    Sabe aquele vexame de acordar de ressaca, meio vomitada em um banheiro chinfrim? É assim que começa a história.

    Evelyn Thomas está caída no chão do banheiro, quando um cara lindo aparece, muito preocupado com a condição da dita cuja, ele é David Ferris.

    Não tem relatos, até esse momento, das características das pessoas, sabemos apenas que ele é lindo e ela cheia de curvas... Isso não é código para fofa??? Sei lá! No decorrer do livro eu fiquei com impressão que era, porém tem trechos dizendo que ela era leve ou ele dotado de muita força, apesar de ser um homem magro... Caramba! Fiquei meio perdida. Mas logo em seguida é esclarecido que ele é forte e musculoso dentro de sua magreza, e ela o que a machaiada chama de “Ô delícia”! Não, não conta se ele faz academia, ele só canta e é guitarrista de uma banda muito famosa, e não sei o porquê de casar-se repentinamente com uma garçonete. Pode isso Arnaldo?!!

    A questão é: ela-não-quer-ficar-casada-com-o-cara-lindo-guitarrista-e-magro, quer a anulação do casamento. (Tininha se perdeu nessa parte, ela lê muito livros e fica assim). Ele todo magro, lindo, guitarrista e agora também um magoado moreno de olhos azuis (fiquei sabendo beeeem depois dessas características), concorda com a anulação, contando que ela aceite receber um inferno de dinheiro e não vender a história para os jornais. E ela não aceita! Quer apenas a anulação. Que saco! Que cara mais insistente. Porque ser assim? Magro, lindo, olhos azuis, rico e benevolente??? Que desagradável!

    Bem... eu fiquei achando que ele não queria a anulação/separação (aqui imaginem uma carinha de tonga).
 Como o livro tem esse lance desagradável de contar a história somente sob o ponto de vista dela, fiquei no achódromo dos sentimentos dele. Tá certo que o cara ficando a todo momento de pinto duro e olhar selvagem ajudou na dedução. Bom... acontece que ela conhece o Mal (pensei que o livro também trataria de assuntos envolvendo o capeta, mas não. Entendi errado, pode?), ele é amigo do David, amigão do peito, que esclarece para a anta que o marido dela é sofrido (aqui outra carinha, só que é carinha de meiga) e ela começa a querer que o casamento dure. A partir daí eles ficam melosos um com o outro. Ficou bonitinho... eu achei.

    Como ficam muiiiiiito íntimos, ela começa a memorizar mais detalhes sobre ele; as tatuagens, onde elas estão, quantas são, fica toda feliz porque o nome dela está tatuado beeeem grandão e para tooodo o universo ver - o nome dele tatuado nela não está no lugar onde todos podem ver, mas todos veem... pela internet. Em determinado momento Ev percebe que David usa brincos de argolas e um único brinco de pedrinha de brilhante, o que a leva imaginar onde estará o outro brinco... Eu sei onde está... na orelha de uma rival! shuashuashuashua, chupa essa!!!!
Leiam e descubram quem é a rival. (Tininha sua bocuda!)

    Ahhh, não gostei porque ele usa só T-shirt. Eu preferia que fosse camiseta.

    E agora vamos para o livro 2. Não sei nada, não li!








10 comentários:

  1. Ah, Ramalho que resenha meiga! A sua cara, minha querida amiga!
    Sempre fico muito impressionada como essas mocinhas literárias reagem a rapazes magros, ricos e de olhos azuis... E, que ainda ficam de pinto duro o tempo todo... Tão real, não é mesmo? rsrsrsrsrsr
    Querida, eu adoro as suas resenhas, e fiquei muito feliz por encontra-la neste espaço super bacana.
    Beijão e parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Su, tb sou fã das resenhas da Krimalho.. por isso pedi para ler com a gente e fizemos a 6 mãos... mas nada como o ponto de vista da Ramalho....rs

      Excluir
  2. Ela-não-quer-ficar-casada-com-o-cara-lindo-guitarrista-magro-moreno-olhos-azuis-rico-e-benevolente??? E que além disso fica a todo momento de pinto duro e olhar selvagem pra ela???? Ai que burra, dá zero pra ela! Essas mocinhas cheias de mi mi mi mi me irritam! Ainda mais quando existe uma ex que se aproveita disso. Mas, já que o mocinho é gracinha e o livro tem humor, bora ler!
    Ótima resenha, Tininha e Adriana! Parabéns!
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Andréa, fiquei apaixonada por essa série. O livro 2, do mal, consegue ser bem melhor e mais engraçado que o 1... adorei. E o legal foi a tatuagem na bunda que a mocinha acaba fazendo...rsrs... muito legal mesmo.

      Excluir
  3. Que mundo é esse onde o cara-lindo-guitarrista-magro-moreno-olhos-azuis-rico-e-benevolente quer dar uma vida de rainha e cheia de love pra tonga e ela não quer??!!! Não é o mesmo que o meu!!!!
    rsrsrs
    Mas vale a leitura gente. David é delícia demais! Tem uma cena de reencontro em um beco atrás de uma casa noturna... Misericórdia!!!

    Vlw Ramalhão!!! Bateu um bolão.

    Bjsssss

    ResponderExcluir
  4. Porquê?Porquê?? Porquê??? #pausa# Porque estas autoras criam estas mocinhas maravilhosas que encontram estes mocinhos maravilhosos, abonados, gostosos, famosos, eréteis e sempre, digo SEMPRE mesmo as babacas não o querem?? será que nós é que temos pouco, ou as autoras tem muito que fogem tanto da realidade??
    Descobri que vivo em 3 realidades. A realidade , realidade literária e a realidade poética!
    Parabéns pelas resenhas..... di novo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pior que ela não sabe o que quer no início... mas eu bem que sabia. Ai que inveja dessa realidade de livrinho.. ô mundo bão.

      Excluir
  5. Como assim ela não quer o moreno-olhos-azuis-magro-forte-rico-benevolente- rock-star-tatuado- atencioso?
    Poxa manda para mim que eu quero...
    Dona Tininha é bocuda e se perde nas histórias??????? Sei como é, é muito boy magia literário para dar conta.
    Não sei se vou gostar do livro mas a resenha está demais...
    Parabéns meninas,
    Lua
    www.blogmundodetinta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Lu, Ramalho fumou coisa estragada...rs... não me perdi nadica dinada...rsrsrs
    Agora quanto a ser bocuda... ela que contou lá embaixo.. hahaha
    E vc vai amar o livro. Juro!! O livro do Mal pra mim é melhor... mas esse tb é mara!!! Aventure-se! Aposto que dele sai uma resenha tb!!
    bjs

    ResponderExcluir

Tradutor

ÚLTIMAS POSTAGENS