sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Jojo Moyes - A garota que você deixou para trás





Um dos mais belos romances retratando a 1ª Guerra Mundial que eu já li. Jojo Moyes é de uma delicadeza ao escrever que te prende em sua leitura. E esse livro me deixou tão impressionada quanto o outro que eu li dela, mas este de certa forma muito mais leve.

O livro se passa em duas épocas distintas: em plena 1ª Guerra Mundial, numa cidadezinha pitoresca do interior da França ocupada pelos alemães, e nos tempos atuais. Mas a história se entrelaça durante o livro todo. É como se você estivesse ali compartilhando do dia a dia daquelas pessoas e as cenas são muito bem descritas.

Sophie é uma jovem francesa, cuja família é dona do hotel da cidade, e ela divide com sua irmã a tarefa de aguardarem sãs e salvas o retorno de seus amados maridos para casa assim que a guerra terminar. O livro já começa com uma cena que seria engraçada, se não fosse triste, de Sophie enganando o comandante alemão e escondendo um porquinho como se fosse um bebê entre seus braços. O tal porquinho era de propriedade deles, mas reservado aos alemães já que a comida era racionada e os alemães confiscavam tudo para eles, mantendo os franceses com fome para não favorecer revoluções, além da escassez própria do período de guerra. E Sophie e os moradores decidem que o porquinho seria perfeito para a ceia de Natal. Neste ponto, uma observação. É superinteressante o amor que os vizinhos tem uns pelos outros e a intenção de se ajudar e dividir o pouco que tem. Jojo descreve muito bem o cotidiano de seus personagens fazendo com que você mergulhe na história e se veja compartilhando das alegrias, tristezas, vitórias e tudo mais. Fantástico!

Nesse entrevero do porco, Sophie acaba chamando a atenção do comandante alemão que fica obcecado por um quadro de Sophie pintado por seu marido artista, o qual está lutando na guerra. A Sophie retratada já não é mais a mesma, não tem as bochechas do rosto cheias, nem o vigor e brilho dos cabelos, mas o atrevimento se mantém. E é esse quadro que ganha força no livro e dá nome a ele. A garota que você deixou para trás é o nome do quadro nos tempos atuais. A Parte II do livro é passada em Londres.

Liv Halston, a mocinha atual,  é uma sobrevivente. Tanto quanto Sophie, cada uma do seu jeito. Liv acaba com o quadro de Sophie pendurado na parede do seu quarto, presenteada por seu falecido marido em sua lua de mel. Só que Paul McCafferty, um ex-policial que trabalha numa firma especializada em recuperar objetos de arte apropriados indevidamente na época de guerra, os famosos espólios de guerra, é contratado pela família do artista que pintou o quadro, Édouard, o marido de Sophie, para recuperá-lo.

Os dois cruzam seus caminhos sem saber quem é quem até que é tarde demais. Acabam se envolvendo e o quadro fica no meio dos dois. O tema pode parecer que não é suficiente para prender sua atenção no livro, mas não se engane. A forma como Jojo retrata cada cena, desde a fome roendo o estômago até a solidão enfrentada é digna de nota. E o final é belíssimo e surpreendente. Eu me emocionei ao ler sobre a história dessas duas mulheres, ambas vivendo em épocas diferentes, mas determinadas. Sofredoras, mas dignas. E Liv se apaixona pela história de Sophie e quer manter o quadro, pois além de ter sido um presente do seu falecido marido na lua de mel, ela sente que a garota do quadro tem algo a mais e meio que se identifica com ela.

Os personagens do livro são marcantes e a história é muito bem escrita. Na Parte II, Liv é uma mulher marcada pelo sofrimento da perda do marido, um arquiteto famoso, e vive com a dificuldade de se relacionar com as pessoas; ainda atordoada por essa perda, apesar dos quatro anos desde que ele morreu.

A garota que você deixou para trás, a Sophie, cujo marido a deixou para lutar na guerra, tem um papel marcante na vida de Liv. E a partir do momento em que Paul entra em sua vida, nada mais é o mesmo. Claro que o romance fica abalado após a descoberta de que estão em lados opostos, e é muito desgastante para Liv ter que ver como sua vida é virada do avesso ao descobrir quem é a garota que você deixou para trás.


Mais do que recomendado, esse livro deve ser lido!

2 comentários:

  1. Esse livro sempre estará entre os meus favoritos. A Jojo Moyes tem uma prosa envolvente e o dom de escrever cenas eletrizantes e cheias de emoção que tornam seus livros inesquecíveis.
    Parabéns pela resenha, e se você for como eu essa história estará presente no seu dia a dia por muito tempo.
    Beijão queridas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, Com certeza, Su. Jojo é realmente envolvente e sabe criar personagens fortes e verdadeiros. Vc mergulha no livro e se vê envolvida na trama. Mais um sucesso dela.
      Tb está entre os meus favoritos!
      bjss

      Excluir

Tradutor

ÚLTIMAS POSTAGENS