domingo, 7 de dezembro de 2014

Parker Blue - Série Demon Underground






Essa série me foi intimada, ops, indicada pela Ana K, uma figurinha muito da participante neste Blog... rs. E de tanto ouvir falar dessa série, enfim resolvi lê-la e... me surpreendi comendo a série. Foi um livro atrás do outro. E o tempo todo Ana K dizendo... o Austin é meu! Pronto. Me atiçou e fui conferir... e o resultado vocês vão ler e é agora! E ah, antes que me esqueça: Ana K vai dar seus pitacos junto comigo... hehehe... preparem-se. Como já dissemos antes, lemos de tudo, e essa série é infanto-juvenil, mas não se enganem: é bacana toda vida! 

Val Shapiro é uma mocinha muito da despachada e que tem um passatempo bem inusitado: matar vampiros nas horas vagas para aplacar sua afliceta. Calma, vou explicar. Val é um demônio súcubo. Mas apenas 1/8 de demônio, já que é filha de pai súcubo e mãe humana. O resultado é o poder de encantar os homens, atraí-los para se alimentar de sua luxúria. Só que Val não aceita esse seu lado. Apenas seus superpoderes de velocidade, força e poder se curar rapidinho. Mas Val não é a única que não aceita tal coisa. Sua mãe jamais aceitou esse lado de sua filha e meio que a pune pelos atos do homem que a engravidou. Val tem uma irmã e padrasto completamente humanos. O padrasto é um fofo, mas meio banana. A irmã é uma doidinha que quer ser igual sua irmã quando crescer. E coloca Val em furada mais de uma vez.

Como resultado Val é convidada a se retirar de seu lar doce lar depois que sua irmã se põe em perigo seguindo Val em suas aventuras. Para aplacar seu demônio súcubo que atende pelo apelido de Lola, Val sai metendo estacas nos corações dos vampiros da cidade até... até descobrir que o buraco é mais embaixo, e que existem vampiros bons e vampiros maus.

Nesse meio tempo, Val completa 18 anos e como presente é apresentada à porta da rua. Mas antes conhece um cachorro do inferno que se chama Fang (na tradução seria Presas). Ele lê os pensamentos dos demônios, o que ajuda bastante Val, e acaba sendo seu companheiro nesses livros todos.

Logo após, Val conhece um humano de uma divisão da polícia que trata dos crimes cometidos pelos seres sobrenaturais. E Val fica meio que caída pelo TDB Dan Sullivan. Ela acaba sendo contratada pela tal divisão e Dan a leva para morar com a irmã dele, a Gwen. Esta é enfermeira e super gente boa. Dan quando descobre que Val é um demônio, pira na batatinha. Só que nesse lesco-lesco ela é apresentada ao Demon Underground da cidade e seu líder, o Micah. A série vai tomando um rumo todo próprio e se definindo com a introdução de novos personagens, entre eles o clã dos vampiros bons, liderado por Alejandro, de quem o Austin da Ana K é tenente (há controvérsias que este tenente é somente da Ana K).

Bom, para falar mais desses livros acabaríamos em altos spoilers, mas como sempre sou acusada de dar spoiler, toma! rs. Quando a mocinha começa a se inteirar de seu lado súcubo através de Micah e do Demon Underground, ela conhece o demônio das sombras Shade. Ah, esse TDB me enganou. Botei a maior fé nele. Só que o fela simplesmente fica de jogo duro. Então eu meio que me decepcionei com os altos e baixos do menino. 

Pelo lado dos vampiros ela é conhecida como a Caçadora e é convidada por Alejando a participar de seu Novo Movimento de Sangue. Movimento este que consiste em uma cooperativa de vampiros que funda bancos de sangue pela cidade incentivando humanos a doarem seu sangue para eles, em vez de terem seu sangue “roubado”. E esse ato poderia ser feito de maneira tradicional (no método da punção) ou no bom e velho método de colocar o pescocinho pro lado e usufruir de todo o prazer que os vampiros proporcionam... e como proporcionam.

Aí... bom, aí é que chega o Austin na parada. O TDB além de ser vampiro é caubói. Mistura explosiva. E vem para abalar as estruturas de Val e fazer com que fique dividida entre Shade e ele. 

Bom, li todos, mas já aviso: a série não para por aqui. Val e seus amores, dores e bafafás seguem no 6º livro da série temporariamente intitulado de Catch me (sem data de lançamento). Tem todos os ingredientes para encantar as leitoras que se amarram num sobrenatureba, mas sem vuco-vuco. Inclusive indico para adolescentes. Não é hot, mas é simplesmente maravilhoso. Prende. Altamente viciante.

Bom, todo mundo sabe que me amarro num sobrenatural e tenho uma mega queda por lobinhos (Ana K em plena afliceta)... em segundo lugar vêm os vampiros. E menina! O Austin é tudo! Ele não recebe muito destaque quando começa, mas à medida que a série avança ele vai ficando importante.

Como a Tini disse num belo spoiler, o Shade engana. Ele é um amor quando começa, mas depois a coisa fica feia e ele meio que não sabe se vai ou se fica.

Eu particularmente não gosto de histórias com triângulos amorosos por que sempre torço pelo rejeitado, mas essa série fugiu do meu radar e me garfou, então espero que a Tia Parker seja boazinha e deixe a Val com o Austin. O Fang também é ótimo, sarcástico, mal-humorado e com algum comentário bem ferino na ponta da língua. É cheio de personalidade. rs

Quanto à mãe da Val... bom, não consegui ver o lado dela, embora este seja explicado e as coisas se acalmem entre elas, mas eu cheguei ao quinto livro torcendo pra velha se ferrar e muito, o que não aconteceu ainda. Como diz minha amiga Marih: “Oremos!”

Então é isso... apesar da Val ser um demônio do sexo, a série é totalmente indicada para adolescentes porque a Parker escreve de um jeito leve, sem ficar algo sexual. E como eu sei que a Márcia vai falar, essa resenha só serviu para reforçar os comentários maldosos e infundados de que damos spoilers nas resenhas. 

9 comentários:

  1. Controvérsia nenhuma. O Austin é meu, fui eu que te apresentei e é feio roubar o macho dazamigas. rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Afe, pra quem não entendeu, essa é a Ana K! Uma baita olhuda... cara, Ti mete! rsrsrs
      Menina, baixou no meu PC.. tudo meu, tudo meu!

      Excluir
    2. To igual à Sil.... mil identidades! Uhuuuu. rs

      Excluir
  2. Calma meninas! Tem para todo mundo. Para não ter briga fica assim: Tinin fica com o Shane e a Ana K com o Austin... E a Val fica com quem? Ah ela fica com o fiel Fang e assim acabasse os triângulos amorosos. Quanto a ler a série vou dar uma de Marcinha... Humm, sei não vocês já contaram tudo suas spoilerlentas, kkkkkkkk. Beijos mil!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sil, vc não viu nada ainda. Olha que a gente só contou umas partinhas... se a gente contasse mais acabaria com a graça, pois fizemos um compilado da série, como fizemos com a Mediadora. Muito boa; e prefiro os dois. Essa coisa de escolher mocinho acaba comigo...hahaha...
      bjss

      Excluir
  3. Que mania!!! A Ximetida aqui sou eu, então ninguém ti mete...kkk
    Olha a Ana K já me indicou essa...e não li. Pq é juvenil, rsrsrs, sim, olha o preconceito...
    Eu amo sobrenaturais, mas vampiros vem em primeiro e segundo lugar...respectivamente Zsadist e Revh...kkkkk
    Mas depois desta resenha sou obrigada a ler a succubo...Falando nisso, alguém já assistiu Lost Girl? A personagem central é uma succubo, mas na série tem todo (todo mesmo) tipo de sobrenatural...recomendo com força...A sucubo faz par com um lobo e uma médica...rsrsrs. Aliás, ela passa o rodo geral...kkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ximetida, pode ser sem medo de ser feliz. Só não tem vuco-vuco, o resto tem tudo. E cara, do IAN fico com o Raghezilla... ó que esparrame de hômi... rsrs
      Quanto a essa série que vc recomendou com força... ainda não vi nem li.. é de comer? rsrsrs
      Tô de brincadeira... quer dizer que a súcubo de lá ataca em todas as frentes? Ti mete... hahaha
      bjs

      Excluir
  4. Gente só acho os três livros traduzidos.... alguém tem os outros??????????

    ResponderExcluir
  5. Algem tem os outros livros? só encontro os três primeiros

    ResponderExcluir

Tradutor

ÚLTIMAS POSTAGENS