quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

C. M. Stunich – Série Hard Rock Rootes






Rapaz, eu comecei a ler o 1º livro e fiquei simplesmente chocada com os personagens e o enredo da história. Eu não sabia se estava gostando ou não.... rs. Me lembrou de outra série que li da mesma maneira, uma hora me inclinando pro sim, outra pro não. A coisa é: quando você começa a ler, toma um susto e pensa que não leu direito, aí relê para ver se é isso mesmo. E é. Aí insiste e pensa: vamos ver no que dá. E agora que acabei o 7º livro e soube que a escritora só lança um novo em janeiro, quase tive um treco. Quero mais!!! Rsrsrs

Bom, não esperem um livro fofo nem personagens politicamente corretos por que não vão encontrar nesta série. É todo mundo torto, maluco, drogado, assassino e por aí vai; mas a trama é boa pra caramba. Diferente? Siiim, mas nem por isso menos impressionante, é boa pra KCT. Instigante, e você quer ver o desenrolar da coisa, além do fato de ter várias partes muito divertidas, tipo o estilo de se vestir do mocinho principal e aquelas escrotices todas de pop star que você morre de rir. Não sei vocês, mas consegui visualizar algumas bandas de verdade nessa história. Pelo menos umas duas... E sei que vocês vão pensar a mesmíssima coisa.

Vamos lá: a história rola principalmente entre duas bandas, mas envolve três. Indecency é a banda cujo vocalista é Turner Campbell, um roqueiro maluco que usa calças apertadas demais (descritas várias vezes como calças femininas), comedor de todas as moças que dão sopa, tatuado até no menino (cara, fiquei Ó, de queixo caído ao saber que ele tinha uma verdadeira teia de aranha desenhada em todo o comprimento do trabuco!), cheira, fuma, bebe, faz tudo que um roqueiro de verdade faz e mais um cadinho. Além do baterista que é um carinha aluado do tipo não-tô-nem-aí por que perdeu sua cara-metade, aí desconta isso bebendo todas, fumando todas e comendo todas (sem camisinha), por isso é pai de 4 filhos, todos de mães groupies diferentes. Estão entendendo tudo até aqui? Continuando... os carinhas se conheceram na infância quando moravam num acampamento de trailers, tudo pobretão. Menos o baterista, que vinha de uma família classe média.

Por outro lado temos Naomi Knox, guitarrista fodona da banda Amatory Riot. A vocalista, Hayden,  é sua nêmesis. As duas foram melhores amigas num passado distante, mas depois as coisas ficaram tensas e o livro já começa com stress das duas. A banda tem um baterista, o Dax, que é um emo apaixonado pela Naomi, mas ela esconde em seu passado um romance The Flash com o Turner. Os dois tiveram um trelelê, só que ele não se lembra de nada por que estava trêbado na época. Mas a moça não esquece nem perdoa.

O livro passa todo nos bastidores de uma turnê com 4 bandas se apresentando por todo o país. Você fica chocado em váááárias partes pelo abuso das drogas, do álcool, do sexo e da matança. Cruizem. Mas a história é muito boa. E você ri também com todas as coisas que acontecem nos bastidores.

Se você tem sensibilidade e gosta de florzinha, essa série definitivamente não é pra você. Mas se gosta de ousar e sair da mesmice, este é o seu livro! O livro é hot sim, mas não é isso que faz a série ser bacana, e sim o enredo, a vontade de descobrir como vai acabar aquele rolo todo e a crueza das situações.

Confesso que fiquei desnorteada com algumas situações e fiquei assim: “onde estão os mocinhos deste livro?”, pois todos, absolutamente todos, tem um esqueleto completo no armário. Sem exceção. O babado é forte, e não é pros fracos.

Mas recomendo a série. Muito boa, vencendo os preconceitos iniciais de querer aquele famoso livro fofinho, com mocinhos em seus papéis bem definidos e tals. E aqui não rola assim. É pá-pum. Cru e sem muito enfeite.

Os livros são sempre contados pela ótica do casal principal. Do livro 3 em diante, sai do casal inicial e passa para os outros componentes das bandas (das duas, tá?).

Pensem numa série diferente que vai tirar você da sua zona de conforto, mas muito bem escrito (fora os palavrões... hehehe). Pois bem, a escritora já avisou que tem pelo menos mais dois livros para lançar desta série. E eu vou ler... hahaha... tô curiosa para saber e, cá pra nós, gostei tá? É, posso dizer que ao final do livro 7, apesar de ser diferente, ter matança, um montão de drogas rolando, nada de reabilitação pra esse povo, e um monte de coisa errada que em qualquer outro livro você veria isso como perfil do carinha errado, aqui essa fórmula dá certo e encaixa bonito na trama.

Então sim, se você perguntar se gostei, eu digo agora que resisti bravamente à vontade de largar a série no 1º livro, que conforme você vai vencendo seus preconceitos e medo de um final assustador ( e desapontador), a série é muito boa mesmo, mas tenho que reafirmar que é diferente. Todo mundo doido. E ponto...rs.

19 comentários:

  1. Meninas,
    Sempre fui louca por esses morcegos e teias! Agora fiquei mais ainda.
    As vezes é bom ler coisas diferentes.
    As indicações de vocês são sempre ótimas. Adoro.
    Me jogando logo logo,
    bjs
    Luana
    www,blogmundotinta.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luuu, essa série é punk, mas gostei. Cara, todo mundo doido, surtado, mocinhas fortes e tudo marrenta... kkkkk
      No início tomei um susto, depois que acostumei com o negócio e relaxei, desceu gostoso... rsrsrs
      Bjs e volte sempre.

      Excluir
  2. Aiii... posso falar???? não consegui terminar, lí até o segundo, achei esse lance de sangue e drogas muito pesado para minha sensível pessoa hahahahahahaha....
    Brincadeirinha, mas achei muito punk.
    bjooooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rê, realmente é punk, como eu disse. Mas só fui tomar gosto pela série depois do 3º, eu acho, pois a gente está acostumada a livros mais politicamente corretos e esse meio que ofende nossa sensibilidade.
      Mas é super fiel ao meio artístico ou, pelo menos, o que ouvimos falar sobre...rs
      Insista, Rê, já que veio até aqui,... vai na fé.
      bjss

      Excluir
  3. Confesso q larguei o primeiro livro no 2o. capítulo kkkkkkk se essa série é para as fortes, sou fraquinha, fraquinha kkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Srta Amendoin, essas séries diferentes não é para qualquer momento....rs
      Confesso que algumas eu só leio quando estou plenamente capacitada... hahaha... tem momentos que prefiro os livrinhos comuns mesmo.
      Dá um tempo nesses depois insista... como eu disse, acho que só tomei gosto pela série lá pelo 3º livro, quando venci minha sensibilidade e entendi um pouco os personagens.
      Mas juro que gostei.
      bjsss

      Excluir
  4. Onde encontro a série para baixar? Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maria, acredito que pela net vc consiga. Essa série é ótima, fiquei bastante envolvida com a leitura altamente diferente.
      bjsss

      Excluir
  5. onde consigo comprar ? tem em português?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente, que eu saiba ainda não tem traduzido por editora nacional, mas tem em inglês na Amazon. Se não souber ler em inglês, tem pela net, Dellaine. Recomendo a série!

      Excluir
  6. Me amarrei na série, só fiquei decepcionada depois de ler o 7o livro e descobrir que ainda não há tradução dos demais...
    Recomendo, é punk, mas ótimo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Suzy, respira fundo q qualquer hora vc vê traduzido por aí. Vou ler o 8° depois conto como foi....rs
      Bjss

      Excluir
  7. Oi, vc sabe o nome do modelo que pousou pras capas dos livros?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Márcia, sinceridade não sei, mas vou procurar saber... gamou né? hahaha
      Realmente, um espetáculo esse tanquinho...

      Excluir
  8. Oi, vc sabe o nome do modelo que pousou pras capas dos livros?

    ResponderExcluir
  9. Por favor, vou ficar esperando 😢😢😢

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Márcia, andei pesquisando nos grupos de leitura e zap aos quais pertenço e ninguém sabe quem é o bofe misterioso. Agora até eu fiquei curiosa.
      Lamento não poder te dar uma resposta, por isso demorei tanto a responder... fiquei à cata do bofe e neca!
      Sorry!!!
      bjss

      Excluir
  10. Eu agradeço seu empenho, pena ter descoberto.����

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Márcia, entendo sua frustração, fiquei assim tb. Que pedaço de mau caminho... ai ai.
      Mas se por acaso vc descobrir primeiro, dá um pitaco aqui pra matar minha curiosidade?
      ^^
      bjsss

      Excluir

Tradutor

ÚLTIMAS POSTAGENS