quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Jessica Sorensen –The Destiny of Violet & Lucas -The Probability of Violet & Lucas - The Certainty of Violet & Lucas#3º, 4º e 5º livro da Série Coincidência.



Rapazzz, essa série é punk. Tô adorando a série, mas confesso que os temas são pesados: drogas, abusos, vícios, dependências químicas e de tudo quanto é jeito. Mas prende, tá? Histórias muito, mas muito boas! Quem leu o 1º e 2º livros da série já conhece o casal desses livros que vamos falar aqui. Luke é o melhor amigo de Kayden, e Violet é a companheira de quarto de Callie na faculdade. Sim, aquela doida que gostava de levar homens pro seu quarto e acabava impedindo que Cassie fosse para lá, mas calmaê que tem rolo nessa história, e vou desvendar... rs.

Violet e Luke. Nunca pensei em juntar os dois e formar um casal... mas deu certo. E muito certo. Ambos tem um passado parecido. Luke sofreu na infância nas mãos de sua mãe doida, bebum e drogada. Ela não só se drogava, mas fazia o filho pequeno (pequeno mesmo!) puncionar sua veia e aplicar a droga. Mulher louca com mania de limpeza, cuja doideira levou o filho a beber e sair catando mulher para desabafar (vício interessante esse....rs).

Violet também teve um passado violento. Seus pais foram assassinados quando ela tinha 6 anos e ela ficou escondida dentro de casa com eles mortos por mais de 24 horas. E como se isso não bastasse, ainda foi testemunha auditiva do assassinato. Tal fato repercutiu por toda sua vida. Ela se tornou uma criança problemática e acabou passando por várias famílias adotivas até seus 18 anos. Quando tinha 15 anos foi parar com um casal e o cara era um traficante, o Preston. esse Preston não prestava e usava Violet para vender as drogas no colégio e na faculdade. Abusava do fato dela não ter ninguém.

Até que um dia, numa dessas coincidências da vida de livrinhos, fugindo de uma situação pra lá de comprometedora em que se enfiou, Violet se joga da janela do prédio em que estava e... acaba metendo o pé na cara do Luke, que nesse exato momento estava catando uma piri para dar sua catracada da hora. Ele era assim: pá-pum. Sem troca de telefone, email ou beijinho depois.
Aí ambos começam um relacionamento meio maluco. Nenhum dos dois querendo se comprometer, mas acaba que Luke enxerga a luz primeiro. Violet é mais cabeça dura.

E... tcharam... coincidência das coincidências, a história de Violet acaba se entrelaçando na de Luke. Ela luta para superar seus problemas, seu passado, mas a cada livro que passa ela se enrola mais ainda, tornando seu presente uma pílula difícil de engolir. Tenta se esconder no que ela chama vício por adrenalina, onde coloca-se em perigo para esquecer dos problemas.

Preston, seu último pai adotivo, é um carcará sanguinolento. Mequetrefe de primeira. Não conto mais por que estaria dando spoiler (tá, quem me conhece sabe que sempre deixo escapar um pouquinho... rs), mas já adianto que mete Violet em furada em mais de uma ocasião. Ele acaba acolhendo Violet em sua casa depois que ela tem uma briga com Luke no fim do 1º livro, e isso acaba gerando uma série de problemas, os quais ela não precisava. Juro! Ô vontade que dá de entrar no livro e dar na cara dela por ser tão mané. Mas dá até pra entender o porque de tanta maluquice que ela faz. Luke tem amigos, tem seu melhor amigo, tem uma mãe doida, mas tem, tem pai (ah, o motivo do pai sumir da vida dele quando era pequeno é fantástico! kkkk) e Violet se vê sozinha. Suas atitudes e jeito de que não se importa com ninguém afasta as pessoas. Mas ela finge que não se importa para não se magoar. Assim quando as pessoas vão embora ela não sentirá tanto.. SQN.

Livros ótimos, muito bons, mas que possuem um conteúdo forte, impactante. Mexe com nossos mais profundos sentimentos. Sofri, roí as unhas e torci pelos dois, mas recomendo com força a série. Leiam, é muito boa!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tradutor

ÚLTIMAS POSTAGENS