quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Jessica Sorensen – The Resolution of Callie&Kaiden e Seth&Greyson #6º e 7° livros da Série Coincidências




Eu me apaixonei pelo jeito de escrever dessa autora! Ela tem um jeito tão legal de colocar as coisas que me deixou devorando um livro e indo pro outro. Rápido. Sem parar! Antes de falar de cada um deles, vou só dizer que antes eu achei a série meio punk com tantas tragédias pessoais acontecendo, mas pra ser sincera, isso é o que acontece na vida de tantos nós. E resolvi dar um crédito. E me apaixonei. Queria poder viver só de ler para dar conta de tantos livros maravilhosos que aparecem, mas... Enfim, vamos aos livros.

No livro A Resolução de Callie e Kayden, como o próprio titulo diz, é o fechamento, a conclusão da história dos dois. E apesar de parecer a princípio que seria um livro cheio de mimimi, ele se tornou um livro muito fofo, onde Callie ainda tem algumas dúvidas a respeito de seu relacionamento, e Kayden, por outro lado, enfrenta seus medos e acaba numa encruzilhada.

Callie começa o livro com uma nova colega de quarto, a Harper, que por mais uma coincidência do destino, vem a ser uma menina que sofreu os mesmos abusos que Callie. E como ela, não toma nenhuma atitude e passa pela vida simplesmente se deixando levar, fingindo que nada aconteceu. E ajudando Harper, ela se fortalece. É bonito de ver. Quanto a Callie, ela fica matutando se deve falar para Kayden que quer dar mais um passo no relacionamento dos dois e propor para morarem juntos. E a bicha medra. Ela vai, pensa em falar, rodeia e volta atrás. Até que consegue vomitar seus sentimentos.

Quanto a Kayden, ele passa uns momentos tensos onde ainda sente vontade de se autoflagelar quando as coisas dão errado para ele. Mas o bonito desse livro é que os dois vencem seus medos e seguem em frente. A conclusão é linda. Nem faço piada disso por que achei fofo demais!

Quanto ao 7º livro, do Seth e Greyson, achei uma tacada ótima da autora. Li poucos romances gays na minha vida, não por ter preconceito, longe disso, mas por que não rolou. E apesar de ser sobre um casal gay, ela não foca na parte física do relacionamento, e sim no relacionamento de duas pessoas. Com seus altos e baixos, e suas inseguranças.

Nós conhecemos o lado engraçado e até mesmo afetado de Seth. Ele é o melhor amigo de Callie e está sempre lá pra ela. Focado em roupas de marca, tendo um fraco por doces e bebidas, e pavor de exercícios físicos, este é o Seth que conhecemos. Nos livros anteriores vimos ele conhecer e se apaixonar por Greyson, que teve um papel bastante importante no livro do Luke e da Violet, mas o romance dos dois passou por alto, tipo pano de fundo. Neste sim, cavamos mais na história dos dois e vou te contar. Deu uma peninha danada do Seth.

Ele morava numa cidadezinha de interior onde todo mundo se conhece. Acaba se apaixonando pelo cara mais popular da escola e vive um namorico às escondidas com o carinha enrustido. Até que como em todo lugar a fofoca vem à tona e começam a falar deles. O que o safado do paquera faz? Pra provar que nem tchum pro Seth, ele marca um encontro e aparece com uma caminhonete cheia de marmanjos pra meter a porrada no pobre do Seth. Pra culminar, o próprio salafrário do paquera pisa no braço de Seth causando uma fratura exposta. Além de ser um momento horroroso da sua vida, ele tem que lidar com o fato que foi seu paquera quem fez isso.

Quando ele vai parar no hospital, a mãe dele, que até o momento não sabia da escolha sexual do filho, aparece e dá o cheque-mate. Ou ele cala a boca, engole o choro e vai pra faculdade mais cedo, ou está fora da vida dela. Tipo isso, ela não queria ser a chacota da cidade. Até entendo o posicionamento dela, sei o quanto é difícil, mas ele é filho. E caramba, aquilo acaba com Seth! Ele bota o rabinho entre as pernas e vai pra faculdade, onde faz amizade com a esquisitona da Callie. Dali em diante ele muda em relação a aparecer em público com um namorado, pois teme sofrer as mesmas represálias. Sacomé, né? Gato escaldado tem medo de água fria. E ele dá um trabalho danado pro Greyson por causa de tudo que passou, Sorte dele que o Greyson é um carinha descolado, tranquilo e que estava doido pra dar uns pegas nele, senão...

Eu sinceramente recomendo esse livro pra todo mundo ler e tentar enxergar como é complicado apontar o dedo para quem é diferente. 

Bom, falei de Seth, então agora vou contar um pouco sobre Greyson. Ele é fofo, gentil, humano, bacana, vem de um lar onde a mãe é esotérica, lê cartas e vê auras e tudo o mais, o pai é herbarista, seja lá o que isso for, mas o que importa é que os dois dão o maior apoio pro filho gay. Detalhe, tanto Seth quanto Greyson são filhos únicos. E Greyson até o momento nunca tinha se apaixonado. Até Seth. E foi uma luta pra Seth conseguir vencer seus medos e chegar lá.

Greyson é um cara sortudo, tem pais doidos, mas bacanas, e como se não bastasse, ainda arruma amigos ótimos na faculdade. Vocês vão dar boas risadas com a amiga exotérica dele também.
Pois é, então é isso. Essa é minha dica de leitura pra vocês. Quem está com medo de ler livro com casal gay por causa da saliência, pode ler sem medo. Tem algumas cenas quentes, mas nada absurdo. Amei o livro dos dois!



2 comentários:

  1. ola eu gostaria de saber se vai ter algum livro falando da companheira de quarto da Callie,a Harper eu acho que seria legal ter um livro falando da historia dela,ela parece ser legal tomara que tenha (:

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sara, parece que a série parou nesses livros aqui. Também gostaria que a autora escrevesse mais sobre a série, e acredito que para elas deve ser um parto largar a série de vez, dar adeus aos personagens, né?
      Mas quem sabe?
      bjss

      Excluir

Tradutor

ÚLTIMAS POSTAGENS