quinta-feira, 17 de março de 2016

L.A.Casey – Ryder #4º livro da Série Irmãos Slater



Recomendo com força que leiam essa série, mas especialmente este livro. Amei! De todos os livros, este dos irmãos mais velhos, Ryder e Branna, me deixaram apaixonada. Eu li e reli várias cenas. Pra quem não conhece e nunca ouviu falar dessa série, vou passar rapidinho. Os irmãos Slater são: Dominic e Damien, gêmeos e caçulas, Alec, Kane e Ryder. Todos dos EUA que acabam escapulindo para o Canadá. Dominic, Nico, era lutador, e Damien, seu gêmeo, era o protegido da família. Um de cabelos pretos e o outro de cabelos tão louros que chegavam a ser brancos. No livro do Dominic ele inferniza a irmã de Branna, a Bronagh, na escola onde estudam. O livro pega fogo, pois essa garota não é mole.

Nos livros dos outros irmãos eles também infernizam e são infernizados pelas suas garotas, que são páreo duro para eles. Há controvérsias por causa do Alec, que era, digo era, bissexual, mas acaba descobrindo em Keela sua cara-metade. Alguns ficam muito irritados pelo seu passado negro, mas ele se redime... rs. Só que enquanto os livros rolam, há todo um universo paralelo acontecendo. Os irmãos vieram “a trabalho” de onde moravam. Eles trabalhavam, mesmo sem querer, para o crime organizado para pagar por erros cometidos no passado, tanto por eles mesmos quanto por seus pais. A coisa é meio pesada. O pai deles foi um dos chefes, mas por olho grande tenta dar um golpe no sócio e acaba com a boca cheia de formiga, junto com a mulher. Ambos eram pais sofríveis, o que vemos ao longo dos livros.

Mas a máfia custa a largar o osso. Sorte deles que Keela era sobrinha de um dos bandidos, então isso meio que alivia um pouco para o lado deles. Keela também passa seus dobrados com Alec, pois cada irmão tinha uma serventia para a Máfia, e enquanto Nico lutava, Alec servia de acompanhante tanto para homens quanto para mulheres; Kane era quem resolvia os problemas sujos na base do muque e da arma, quando necessário e Ryder era quem organizava as coisas, como um tenente do tráfico. Eles queriam muito abandonar o navio, mas se viam engessados pelas circunstâncias. Leva tempo e alguns livros para eles conseguirem. Então Keela se vê numa situação bastante complicada com Alec quando resolvem assumir que se amam. Este livro causou um siricutico entre as garotas dos grupos por que a autora pegou pesado com este casal. Foi tenso.

Tudo isso acontece enquanto o romance entre os casais se desenvolve. Mas fiquei realmente tocada pelo livro do Ryder e da Branna. Ambos são os mais velhos, que terminaram de criar os irmãos quando os pais morreram. Eles acabam se conhecendo quando vão a um clube, onde acontece a luta de Nico, e acabam se apaixonando. Mas meio que ficam em espera enquanto a vida dos irmãos se ajeita.

Enquanto os livros dos irmãos vêm sendo contados, o relacionamento deles ao longo dos cinco anos que demoram até chegar ao livro deles, vem sofrendo uma trajetória rumo ao sul. Vão esfriando, Ryder cheio de mistérios, e Branna meio que desistindo deles e parando de se importar. Este livro vai e volta ao longo dos cinco anos de relacionamento para explicar por que chegaram onde estavam. Nessa situação tão crítica, a ponto de Branna querer uma separação. Falta de amor? Não. Interesse sexual? Não, por que eles ainda tinham fogo um pelo outro, mas uma brecha horrível entre eles que fazia com que não quisessem ficar perto. A moça subia pelas paredes kinem lagartixa, mas não cedia.
Mistério. Pois é. Aí vocês vão logo pensar: traição. O carinha tá de olho em outra e deu um gelo na mocinha. Nada disso.

Não vou contar o que é, mas a parada fica feia para Branna. A mocinha sofre kinem filhote de cruz credo e depois dá o troco pro fela. Ele se arrasta bonito, só isso já vale o livro... hahaha. 

Doida para ler o do Damien, o gêmeo de Dominic, que também tem uma história bem punk. E ele meio que mete os pés pelas mãos com Alannah, amiga das mocinhas dos livros. Mas o próximo livro a autora já disse que será da Branna. Vamos ver o que nos aguarda.

Esses mocinhos tem hora que a gente tem vontade de dar na cara, as mocinhas são meio duras, mas os diálogos são excelentes e a trama muito boa. Vocês vão rir do livro da Keela com Alec por causa do cachorro dela. Altas risadas durante o livro por conta dele... rs.

Mas a série é muito boa, não deixem de ler.  



8 comentários:

  1. Gostei muito do primeiro, vou ler os demais! Ótima resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deny, essa série é bem diferente, mas muito legal. Li da autora também um livro único q gostei muito, Frozen. Bem divertido. Depois farei uma resenha sobre ele explicando melhor.
      Vc vai adorar.
      Bjss

      Excluir
  2. Eu já li quase todos que tô lendo agora o da aideen ,mas o que eu to mas ansiosa e o e domien , eu quero.Muito saber quando vai lança o dele

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, Cris, primeiro será lançado o da Branna, seu ponto de vista sobre Ryder em 23 de agosto. O próximo será do Damien, mas sem data de lançamento. Vamos aguardar... rs
      Bjsss

      Excluir
  3. Eu já li quase todos que tô lendo agora o da aideen ,mas o que eu to mas ansiosa e o e domien , eu quero.Muito saber quando vai lança o dele

    ResponderExcluir
  4. Eu meio que amo de paixão séries com família/irmãos e pensei que nenhuma série ia me prender para sempre como Irmãos Maddox, até conhecer os Irmãos Slater. Caraca!!!! Que série é essa? Esqueci que qualquer Maddox existia e não consigo largar os Slater e nem escolher só um. Estou lendo o livro de Aideen, ansiosa pra chegar e Ryder e louca pra ler o de Damien. Estou completamente apaixonada por essa série.
    Adorei sua resenha, tava procurando a resenha sobre Ryder e a sua me atraiu bastante, Divertida e direta. Parebéns.

    ResponderExcluir
  5. Eu meio que amo de paixão séries com família/irmãos e pensei que nenhuma série ia me prender para sempre como Irmãos Maddox, até conhecer os Irmãos Slater. Caraca!!!! Que série é essa? Esqueci que qualquer Maddox existia e não consigo largar os Slater e nem escolher só um. Estou lendo o livro de Aideen, ansiosa pra chegar e Ryder e louca pra ler o de Damien. Estou completamente apaixonada por essa série.
    Adorei sua resenha, tava procurando a resenha sobre Ryder e a sua me atraiu bastante, Divertida e direta. Parebéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Giza, divertida e direta é bem a cara da gente. Juro q tenho q me segurar pra não contar tintin por tintin os livros.
      E realmente os irmãos Slater são kinem Elma Chips, impossível ficar num só.
      Também amo séries de irmãos e amigos. E amei seu comentário!
      Bjss

      Excluir

Tradutor

ÚLTIMAS POSTAGENS