sexta-feira, 1 de julho de 2016

Meg Cabot - O Pedido



Aê... este livro acabamos lendo de graça pela Amazon, que foi uma fofa por disponibilizar para nós, fãs da Meg. Valeu mesmo, Amazon!

Caso você tenha perdido a resenha anterior dos 6 primeiros livros, clique aqui: http://dupladeduasresenhas.blogspot.com.br/2014/05/resenha-da-serie-mediadora-meg-cabot.html?m=1.

Para essa resenha convidei a Ana K, que na verdade foi quem me apresentou a esta autora. E antes que torçam o nariz dizendo que é leitura de garotinhas ou que é juvenil, mais uma vez digo que isso é conversa fiada. Não existe tal coisa, existem livros bons e nem tão bons assim... rs

Neste aqui, a Suze já está na faculdade e Jesse fazendo medicina. Ela está com 21 anos e com os hormônios em polvorosa, mas Jesse continua firme e forte em mantê-la donzela até o casamento, que pelo andar da carruagem vai demorar um cadinho. Os dois esperam (na verdade ele espera, pela Suze casavam ontem mesmo) que o Jesse termine a residência pra poder bancar a casa, já que ele é do século retrasado... rs. Então essa coisa de divisão de contas não desce muito bem pro garoto.

Então... eles combinaram que não haveria Dia dos Namorados para eles,  por que isso é data comercial e blá blá blá... lembrando que a Suze é osso duro de roer. Aí pra comemorar a data que não deveria ser comemorada, Suze parte pro cemitério para tentar dar jeito em um espírito que estava fazendo arruaça por lá, daquele jeitinho todo meigo dela. E é quando encontra um espírito de um garoto revoltado, que estava vandalizando as flores da sepultura da namorada que bateu as botas junto com ele.

Suze com seu jeito doce e recatado (SQN) vai quente pra cima do revolts e a coisa fica feia. Aí descobre que na verdade o que ela sabia não estava tão certo assim. Agora cabe a ela e a Jesse evitar que talvez um bom fantasma faça algo que vai lhe garantir a danação eterna ou o que for.

Para quem gostou da série Mediadora, já tem leitura garantida. O livro é curto, na verdade um conto, servindo de aperitivo para o livro Lembranças. O sétimo volume da série ainda está sem data para lançamento, mas já tem pré-venda disponível.

Pitacos da Ana K


 Eu sou super suspeita pra falar bem dessa série, por que é uma das minhas favoritas, amor eterno. Com certeza, das minhas séries infanto-juvenil (sim, também não gosto muito do termo, mas... rs) ela é a melhor, seguida por Demon Underground e Instrumentos Mortais (nisso a Dupla bate juntinho com essa fela).

Como a Tinis disse, isso é um conto, acho que com o objetivo de ser a ponte entre os personagens dos 6 primeiros livros e o sétimo. É algo bem curto, uma leitura rápida que te deixa com ânsia de ler Lembranças.

Aliás, ler esse livro foi de certa forma difícil. Eu queria terminar, mas queria que durasse, estava morrendo de saudade de todo mundo. Foi ótimo ver como o Jesse está se saindo no mundo atual (superbem, diga-se de passagem), mas gostaria de ter visto mais da família da Suze. Sim, sim, o foco não era exatamente esse, mas... rs.

Outra diferença deste livro para os anteriores, é que aqui há uma leve "sexualidade", por assim dizer. Não acontece nada, nem tem nada explícito, mas algumas insinuações estão presentes. Na verdade, é a Suze com fogo no cotoco (e tem uma cena pra lá de hilária com ela de olho em algo proeminente no bolso do Jesse, mas além de ter algo realmente proeminente, era o símbolo do título do livro, que com o afã da mocinha, acaba metendo o pé na jaca, como sempre...rs), porém fica claro que ela não está sozinha nessa frustração toda... rs (ó dó do menino).

Então, não dá pra falar mais sem entrar no conto, mas já adianto que o Jesse continua superfofo e a Suze ainda é a mesma mula empacada de sempre. Ahh, e tem gente nova. As colegas de apartamento da Suze pareceram ótimas, espero que dêem as caras em Lembranças.

Quem não pede, não ganha, então vou ser cara de pau mesmo.... Galera Record, caso queira alguém para um BookTour de Lembranças, estamos aqui, viu? Duas fãs super dispostas a aceitar, e nem precisa de um pedido de casamento feito pelo Jesse. Maaas se ele fizer o pedido pra mim, não recuso. Hahahahaha.

Sorry, Suze, mas Jesse é Jesse. =3




3 comentários:

  1. Só para reforçar... o Jesse continua mto fofo! <3

    ResponderExcluir
  2. Adorei a resenha kkkkk como sempre muito legal Tinis. bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jenn... a Ana K tá pegando um jeito sério nas resenhas e a danada tb tem um fogo no cotoco pelo Jesse...kkkkk
      Dá pra notar, né não?
      Ótimo te ver por aqui, sua linda! Ah... e seu Blog tá demais!!
      bjss

      Excluir

Tradutor

ÚLTIMAS POSTAGENS